IV Internacional

A Quarta Internacional se chamou assim porque as outras três anteriores desapareceram – por abdicação política, ou colapso organizacional.

De referencial trotskista, a Quarta Internacional tem um fundamento histórico, teórico e prático amplo. É uma continuidade direta da esquerda socialista que existia antes da I Guerra Mundial, e da esquerda comunista democrático que existiu depois. Citando nossas referências históricas ajuda a esclarecer quem somos, nós nos identificamos com Karl Marx , Friedrich Engels, Rosa Luxemburgo , Lênin e Leon Trotsky. Muitos outros autores ajudaram a enriquecer as nossas análises e trabalhos teóricos, tais como Tchernichevsky, Plekhanov, Hilferding, Otto Bauer, Gramsci, Lukács , Pannekoek , Alexandra Kollontai, Che Guevara, e nosso camarada e dirigente Ernest Mandel, falecido em 1995.
Naturalmente, só se pode construir organizações que lutem pela revolução socialista, enraizando -se em cada contexto nacional , e baseando-se nas melhores tradições de todas as correntes do movimento operário local. Também aprendemos com as principais experiências revolucionárias do século XX: castrismo, maoísmo, sandinismo, teologia da libertação, e outros.

Marxismo crítico

A Quarta Internacional é caracterizada por uma abordagem aberta e crítica à teoria marxista. Como resultado , temos absorvido e adaptado para enfrentar as transformações econômicas , sociais, políticas e culturais que, ao longo dos últimos 20 anos, mudaram a face do mundo.
Vivemos em um mundo baseado na exploração e opressão, a desigualdade e a injustiça social. A luta de classes não pode ser reduzida a um confronto simplista entre Trabalho e Capital dentro do local de trabalho. Este é certamente onde a classe trabalhadora, a única força social capaz de derrubar o capitalismo e levando toda a sociedade para a emancipação, estabelece um equilíbrio de forças com o capital. Mas, mais do que nunca , o movimento proletário trabalha em associação com outros movimentos sociais : feminista, ecológica, “terceiro-mundista”, anti-racista, multi-étnica, cultural e científico. Movimentos para a igualdade de direitos, contra a discriminação racial, sexual e nacional. Movimentos todos que confrontam a mercantilização generalizada da vida. A Quarta Internacional nasceu na década de 1930, no ponto mais obscuro do século XX. O stalinismo havia tomado o poder na União Soviética e em praticamente todos os partidos comunistas do mundo. Regimes fascistas ou autoritários estavam no poder na Itália, Portugal, Alemanha, Espanha e França. A militarização foi varrendo os partidos socialistas. Tudo foi levando a uma terrível Guerra Mundial.

 Resoluções do XVI Congresso Mundial (em Espanhol) – 2010

Resolução Mudança Climática

Resolução Tarefas da Quarta Internacional

 

Resoluções do XIII Congresso Mundial (em Português) – 1991

Socialismo ou Barbárie às portas do Século XXI

 

Resoluções do XII Congresso Mundial (em Português) – 1985

Resolução XII Congresso Mundial – IV Internacional

 

Resolução LGBT

Resolução_lgbt_-_IV

 

A Necessidade de uma Organização Internacional Revolucionária

A Necessidade de uma Organização Internacional Revolucionaria

Partido ou Fração/Seita

Partido ou Fração

Documentos do Bureau Executivo da Quarta Internacional

 

 

Documentos do Comitê Internacional (CI)

 

http://puntodevistainternacional.org/

http://www.internationalviewpoint.org/