Voltar ao site

Bilionários nascem tomando bens e dinheiro públicos

Eles se apropriam dos bens e investimentos públicos, lucrando com a restrição da população aos básicos, comprando a preço de banana o que é fruto da luta social.

· Nacional,Últimos artigos

Patrick Aguiar, 5 de dezembro de 2020

SÃO PAULO - Temos acompanhado, nas mídias e nas redes, notícias sobre a privatização do Complexo do Ibirapuera em São Paulo. Assim que o conselho aparelhado pelo PSDB rejeitou o tombamento do complexo esportivo, João Dória seguiu em sua bravata privatista, aprovou o projeto de concessão na ALESP e agora dá os últimos passos para a concretização da venda.

A obesidade cresce ano após ano no Estado e como resposta o governador restringe o acesso aos esportes em vez de incentivar as atividades físicas. No lugar do ginásio, a concessão prevê a construção de um shopping e no lugar das piscinas, um complexo comercial anexo à um hotel de luxo. Onde hoje está a pista de atletismo será construída uma arena multiuso que funcionará como um clube, quem quiser utilizar o complexo terá que pagar um valor mensal ou uma entrada avulsa. É a saúde e o lazer de todos trocados pelo lucro e dividendos de poucos.

O mais chocante, entretanto, é o relatório econômico-financeiro com as perspectivas de ganhos e despesas da concessionária. Vence a concorrência quem pagar mais ao governo do Estado (a partir de 127 milhões), mas o relatório prevê que apenas o shopping dará um lucro de 490 milhões, ou seja, quase 300% a mais que o valor mínimo do edital. No final dos 40 anos de contrato, somando todos os ganhos, o concessionário terá um lucro de 2 BILHÕES e 98 MILHÕES de reais, 1550% a mais que o investimento inicial.

E é assim que nascem os bilionários no capitalismo: se apropriando dos bens e dos investimentos públicos, lucrando com a restrição da população aos direitos humanos básicos, comprando a preço de banana o que é fruto da luta social e fazendo fortuna em cima disso. Assim como a Vivo, como a ViaQuatro, como a Anel, como a Vale e tantas outras grandes empresas, assistiremos, mais uma vez, o hall dos multimilionários brasileiros aumentar seu patrimônio ganhando quase que de graça o que o poder público gastou centenas de milhões para construir e manter.

Patrick Aguiar é estudante de Gestão de Políticas Públicas e pesquisador em Saúde da População Negra.

Todos os Posts
×

Quase pronto…

Acabámos de lhe enviar um email. Por favor, clique no link no email para confirmar sua subscrição!

OK